Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Liberdade, abre as asas sobre nós

1 a a a a tas liberdade
Algo que deveria ser aplaudido por toda a população, mesmo por aqueles que não fizeram parte ativa, as marchas contra a corrupção são desvirtuadas por gente que não tem interesse que a situação mude, geram polêmicas, incitam discórdias partidárias, elevam ânimos de mal intencionados, levam a ofensas e ameaças...
Diz o ditado popular que quando a criança é bonita todos querem ser pai, mas quando a criança é feia, ninguém quer ser padrasto. As marchas realizadas ontem tiveram menos adeptos em Brasília e no Rio, culpa, provavelmente, de um feriado para se dormir até tarde, pegar praia ou ir para o churrasco na casa do cunhado, por outro lado, houve um número maior de cidades participantes. Apartidárias, as marchas afastam aqueles partidos que fizeram história por meio de mobilizações nas ruas e praças, sempre pregando moralidade e levantando suas próprias bandeiras de únicos defensores da honestidade e da ética.

Desde o primeiro dia do governo de Lula seus partidários passaram a chamar qualquer opositor de golpistas. Era o único governo do planeta que não tinha oposição, mas golpistas, pecha popularizada pelos três blogueiros assalariados pela Petrobrás: Paulo Henrique Amorim, Luís Nassiff e Panúnzio. Como extensão, o título foi levado aos órgãos de imprensa, raríssimos, que não capitularam.

Desacostumados em serem vitrines, depois de quase três décadas na função de pedra, petistas e coligados não conseguem aceitar a censura, mesmo que muito bem calcada em fatos e análises, isentas ou não, a base de apoio da dupla Lula/Dilma retraiu-se diante do levante popular, ainda tímido, porém crescente.

Os chefes, ou capi, da base governista têm interesses muitos em se colocarem contra as marchas, já seus tão famosos militantes, povo sem vontade própria e sem qualquer análise, repete o que os cardeais petistas mandam. Desconfio que o partido tem alguns aspones com a função única de criar palavras de ordem e factóides a serem repetidos à exaustão, até virarem verdades, pela arraia miúda vermelha.

Para essa gente é inadmissível alguém abrir publicamente seu estandarte. Confundem a grita geral contra os desmandos políticos, financeiros e judiciais com o desejo de derrubar o governo, numa clara manifestação de ato falho. Se pedir o fim da corrupção e punição dos bandidos é o mesmo que pedir a derrubada do petismo, deduz-se que petismo e bandidagem são a mesma coisa para os próprios petistas. Ao se oporem às marchas achando que defendem seus mandantes, comprometem-se como cúmplices nas safadezas que um número cada vez maior de brasileiros condena.

No exterior surgem movimentos como a “primavera árabe” e Occupy, nada mais que manifestações esquerdistas derrubando, ou tentando, as estruturas capitalistas ou simplesmente instituições seculares para, em seu lugar, colocarem estruturas viciadas pelo marxismo ou suas interpretações mais radicais, e isso agrava a insatisfação do socialismo brasileiro ao ver seus concidadãos andarem em sentido oposto, defendendo a moralidade, a retomada da ordem econômico-ética-social.

A data já está marcada, 15 de novembro, 1220 aniversário da Proclamação da República, cujo refrão de seu hino canta “Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós”. O brasileiro comum só conhece esses versos por conta de um samba de enredo de uma escola de samba carioca, enquanto que aqueles que um dia estudaram Educação Moral e Cívica bem sabem que a música de José Joaquim de Campos da Costa de Medeiros e Albuquerque (1867 – 1934) (letra) e Leopoldo Miguez (1850 - 1902) (música), são uma manifestação do mais íntimo, primário e necessário desejo do ser humano e este desejo é tolhido abrupta e criminosamente pela corrupção vigente como se fosse lei ser bandido e punível a honestidade.
 
©Marcos Pontes

12 comentários:

  1. É uma pena que a velha imprensa de guerras passadas siga tão genuflexa ao desgoverno que desqualifique as manifestações Brasil afora. O ranço dessa gente é de uma mediocridade vil.

    Mas eles seguem com seu sagrado direito de espernear, nós seguimos com nosso sagrado direito de apontar que há gente que não se curva à corrupção sistematizada em CorruPTópolis. E quem sabe, resgataremos de volta, o Brasil, lá das Trevas.

    ResponderExcluir
  2. Touché, Marcos! Fui uma dessas pessoas. discutimos muito, lembra. Agora, o que será que estas manifestações tem a ver com o Occupy Wall Street?
    Paranóia

    ResponderExcluir
  3. Petistas sabem da inércia do povo brasileiro,gente igual a gado, estando alimentado é fácil de tocar ou igual a pedintes que qualquer moéda é razão para alegria. Governistas petralhas sabendo que pode contar com os olhinhos fechados e bem pagos das mídias para o controle de informações,fecham a porteira para gado ficar confinados. Brasil foi democráticamente tomado por idealistas que tem metas de dominío do poder. Instituições estão caindo de podres a cada dia,brasileiros pagam caro por cairem no conto do vigário petistas.

    ResponderExcluir
  4. Enquanto tivermos voz e liberdade de expressão, usaremos pra clamar e defender essa mesma liberdade.
    Eles, por sua vez, são livres pra se debaterem e contorcerem diante do fato consumado... só não podemos jamais recuar ou nos deixarmos intimidar por essa corja corruPTa.
    Mais um excelente e oportuno texto, Marcos. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto Marco, ele expressa claramente os motivos da reação petista às manifestações, assim como sua hipocrisia com relação á moral e a ética. O petismo mostra mais a cada dia que não tem nada para mostrar a não ser um discurso falso e interesseiro. Mais uma vez parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Sem dúvida, trata-se do grande acontecimento do século.
    Mas algo me incomoda e tenho compartilhado com os amigos da rede.
    Posso estar equivocada, porque a maioria discorda, mas ainda não consgui me convencer do contrário.
    A midia e bajuladores em geral propagam a ideia de que as marchas pretendem apoiar a presidente, alguém que faz parte do comando desse governo corrupto desde o início, isso só serve para conferir superpoderes ao Executivo.
    É tudo o que o PT quer, governar sozinho.
    Já extirpou a oposição, agora se aproveita do enfraquecimento dos demais poderes.
    O Congresso não merece defesa, com raras exceções, mas eu ainda tenho a sensação que estamos chutando cachorro morto, que o próprio PT desmoralizou, enquanto a farsa da faxina repercute no mundo com a versão que garante aos petistas o poder absoluto.

    ResponderExcluir
  7. Amigo só tenho a dizer:

    Eia, pois, brasileiros avante!
    Verdes louros colhamos louçãos!
    Seja o nosso País triunfante,
    Livre terra de livres irmãos!

    ResponderExcluir
  8. Fiz um pequeno texto, longe do brilhantismo Como o que aqui se deleita, Em que trato justamente do crescimento das manifestaçōes Em quantidade e participação. Até aqui na minha taba lea se materializou. O mais importante foi o fato de terem ocorrido Em todos os cantos do país numa prova do seu caráter nacional. Falhas de pontuação e digitação pela briga deist cacique com as teclhinhas do iPhone. Assim Como nas manifestaçōes o importante é participar. Rs

    ResponderExcluir
  9. Atônita leio os jornais e deparo-me com comentários que nos chamam de "eles" (ainda em pequeno número), "eles (deveriam fazer assim, assado e cozido), sem
    entender que NÓS SOMOS TODOS OS BRASILEIROS COM DIGNIDADE E HONRADEZ FERIDAS. Parece que não fazem parte de massa que está sendo lograda por um Governo que por quase 9 anos não consegue dar uma sequer resposta positiva, no que tange as VIRTUDES.
    Bem, e não deixando de contemplar os comentários do sr. Fernando Rodrigues, da Folha, que nos dá a impressão de ser um correspondente internacional e não um brasileiro que é lesado, como todos, pela má versação dos recursos públicos.
    Estamos vendo a necessidade de juntar o Hino da Proclamação ao da Inpendência e gritar: OU FICAR A PÁTRIA LIVRE OU MORRER PELO BRASIL>

    ResponderExcluir
  10. Mais um texto surpreendente e esclarecedor.
    O povo infelizmente está satisfeito com os petistas e não percebem a enganação que estão sofrendo, pois estão satisfeitos com as "bolsas".
    A faxina da presidenta é mais um conto do vigário para ludibriar o povo.

    ResponderExcluir

Para evitar ofensas gratuitas a mim e a outrem e spams, os comentários estão sendo moderados. Os aprovados logo estarão exibidos. Obrigado por ter dado seu pitaco.